treinamento funcional

Treinamento Funcional: Quais os Benefícios?

Tendo como principal objetivo melhorar o funcionamento do corpo no dia a dia, o treinamento funcional integra a prática de exercícios que proporcionam diversos benefícios a quem busca executar o método de maneira correta.

Ganho de força e potência, aumento de resistência, além de acelerar o processo de emagrecimento são algumas das vantagens de incluir o treino funcional em sua rotina de exercícios físicos.

Continue a leitura para entender mais sobre o treinamento funcional e quais os benefícios de praticá-lo.

O que é o treinamento funcional?

A modalidade é mais dinâmica e estimulante que a musculação, já que exercícios como correr, pular, agachar, empurrar e puxar são os principais, podendo acrescentar objetos simples como bolas, pesos, cordas, cones e elásticos para deixar o treino ainda mais completo.

Aulas dinâmicas

Através de circuitos, contendo exercícios que desenvolvam as capacidades básicas, e seguindo as instruções passadas pelo profissional de educação física, ele pode estabelecer um tempo para cada movimento ou um número de repetições, o que torna o treino mais dinâmico e estimulante.

Trabalha todos os músculos do corpo

Os movimentos do treino funcional são predominantemente multiarticulares, ou seja, envolvem duas ou mais articulações durante a sua execução, o que permite que vários músculos sejam trabalhados durante a sua prática.

Além disso, melhora a flexibilidade, coordenação motora, agilidade e equilíbrio, promovendo aceleração do metabolismo e se tornando um grande aliado para o foco em emagrecimento e definição muscular.

Aumenta a capacidade cardiorrespiratória

Aliar exercícios aeróbicos como saltos, durante a prática do treinamento funcional, irão acelerar e estimular a respiração e os batimentos cardíacos, mediante a intensidade com que são executados, aprimorando as funções cardiorrespiratórias.

O grande ponto aqui é saber trabalhar isso de forma gradativa e respeitar os limites do seu corpo quando se sentir ofegante ou cansado demais. Para que essa resistência seja adquirida com o tempo, é necessário ter paciência e aliar a frequência nos treinos com os descansos, que também são importantes para que o corpo crie esse condicionamento de maneira adequada.

Uma dúvida bastante comum na prática do treino funcional é se há riscos de lesões. E a resposta para essa pergunta é bem simples: qualquer exercício pode causar lesão se não for bem instruído ou se o aluno não respeitar algumas etapas na evolução da atividade.

Para não se machucar, é preciso respeitar as etapas do treinamento. Dessa forma, iniciantes devem se atentar em fazer o movimento correto antes de pensar em colocar carga e investir na intensidade. Depois, tendo o auxílio de um profissional especializado, o treino será adaptado de acordo com a evolução de cada pessoa de maneira individualizada. Então, lembre-se:

  • Busque orientação de um profissional para avaliar seu corpo e entender seus objetivos;
  • Faça avaliações físicas periodicamente com um médico especialista ou profissional de educação física para acompanhar sua evolução e prevenir possíveis lesões;
  • Mantenha a frequência para evoluir nos treinos.

Gostou do assunto? Aproveite também para ler sobre Treinamento Concorrente: conheça a estrutura de treino para derreter a gordura.

colágeno hidrolisado

Benefícios do Colágeno Hidrolisado para sua Saúde

O colágeno é uma proteína naturalmente encontrada no corpo humano e que desempenha um papel muito importante, trazendo mais firmeza e elasticidade para a pele.

Embora seja produzido pelo organismo, conforme a idade avança, menos colágeno fabricamos e é aí que entra em cena o Colágeno Hidrolisado. Com a suplementação correta dessa proteína, é possível estimular a sua produção em nosso corpo, trazendo um aspecto mais saudável para a pele.

Para entender melhor sobre o que é o Colágeno Hidrolisado e quais seus principais benefícios, continue a leitura.

O que é o Colágeno Hidrolisado?

O Colágeno Hidrolisado é um suplemento alimentar feito a partir de ossos e cartilagem bovina, sendo composto por uma mistura de peptídeos de colágeno que passa por uma degradação enzimática e é quebrada em partes menores, fazendo com que o organismo absorva de maneira mais rápida.

Encontrado em formato de cápsulas, pó e tabletes mastigáveis, o suplemento alimentar tem como principal função melhorar o aspecto da pele, reduzindo seu envelhecimento precoce, além de ser fundamental para a manutenção de várias outras estruturas do corpo.

Para os adeptos da musculação, aliar o uso do Colágeno Hidrolisado com outros suplementos como o Whey Protein, por exemplo, se torna uma excelente opção, pois irá auxiliar na constituição das fibras que sustentam os tecidos do corpo, tais como ossos, músculos, tendões e articulações.

Vale ressaltar que a indicação para a utilização deste suplemento deve ser feita por um Nutricionista que irá avaliar a necessidade e particularidade de cada indivíduo e assim sugerir o tratamento mais adequado.

Principais benefícios do Colágeno Hidrolisado

Em torno dos 25 e 30 anos, a produção vai diminuindo, e a nossa pele tende a perder 1% de colágeno ao ano. Por isso, com a suplementação é possível retardar o processo de envelhecimento precoce da pele, além de garantir outros benefícios, como:

  • Mais tônus e hidratação à pele;
  • Reduz rugas e linhas de expressão;
  • Ajuda a amenizar celulite;
  • Fortalece cabelos e unhas.

Conclusão

Lembre-se de que a suplementação não substitui uma boa dieta alimentar, e deve ser utilizada como um complemento. Os benefícios de utilizar o Colágeno Hidrolisado, por exemplo, podem ser potencializados ao inserir hábitos saudáveis na rotina que incluem uma alimentação equilibrada, realização de atividades físicas, ter um sono de qualidade, além de beber a quantidade de água necessária por dia.

Além disso, não se esqueça de fazer uma avaliação com um médico ou Nutricionista para verificar a necessidade do consumo desse nutriente.

Gostou do conteúdo? Aproveite também para conferir em nosso site o Colágeno Hidrolisado Mastigável que possui em sua fórmula Bio Collagen K® e não contém corantes nem adição de açúcares.

Além desse, contamos em nosso site com outros produtos a base de Colágeno Hidrolisado. Confira:

sarcopenia

Idosos no Combate a Sarcopenia

Com o aumento da expectativa de vida da população, é necessário estar atento a uma doença que afeta os músculos do corpo, causando a perda muscular progressiva: a Sarcopenia.

Sendo mais frequente em idosos, é importante conhecer e prevenir esta patologia a fim de melhorar a saúde e qualidade de vida desta população.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para entender mais sobre a Sarcopenia em idosos, continue a leitura!

O que é a Sarcopenia?

Derivado do grego, o termo Sarcopenia significa “perda da carne” e se refere a diminuição da massa muscular (massa magra) no corpo que dificulta a execução de tarefas simples do dia-a-dia.

Embora faça parte do processo de envelhecimento, a falta de massa magra interfere de forma negativa na realização de atividades cotidianas, aumentando o risco de quedas e fazendo com que o idoso se torne dependente do auxílio de outras pessoas.

O grau da condição é variável e pode depender de outros fatores de risco, tais como: desequilíbrio hormonal, má alimentação e estilo de vida, sendo que este último ponto, quando se trata de uma pessoa sedentária, traz mais riscos de que ela fique ainda mais frágil com o passar do tempo.

Fique de olho nos sintomas!

Em pessoas saudáveis, a perda de massa magra se inicia a partir dos 30 anos, com perdas que variam de 1% a 2% ao ano. Porém, caso não haja uma prevenção e melhora na qualidade de vida, é possível chegar aos 80 anos tendo somente 50% de sua massa muscular da juventude. Se atente aos principais sinais de Sarcopenia:

  • Perda de massa muscular

É um dos sintomas que se torna mais visível. Geralmente, pernas e braços ficam mais finos e flácidos, além de ocorrer a diminuição da força e o aumento do tempo de locomoção.

  • Quedas frequentes

Com a perda de massa muscular, o corpo perde o equilíbrio e fica mais instável, o que aumenta a possibilidade de quedas e, consequentemente, lesões mais graves.

Exercícios para prevenir a Sarcopenia em idosos

Hoje, muitas academias trazem diversas opções de atividades físicas para a melhor idade, com acompanhamento de um profissional e treinos personalizados para cada indivíduo. Muitas atividades podem ser iniciadas sem o uso de equipamento, utilizando o próprio peso do corpo. Conforme for criando mais resistência, novos treinos podem ser inseridos e fazer o uso de halteres e elásticos, por exemplo.

Dessa forma, é possível trabalhar exercícios que irão fortalecer a musculatura e a resistência, mantendo o corpo longe do sedentarismo, que é um dos fatores que aumentam a probabilidade do aparecimento da Sarcopenia.

As atividades aeróbicas, como corridas e caminhadas, e aulas de pilates e ioga também são também muito benéficas nesse processo de proteção à musculatura.

Conclusão

Lembre-se de que é importante o acompanhamento com um médico especialista e, a partir de uma avaliação e exames específicos, será possível traçar um planejamento medicamentoso, se necessário, além de indicar a alimentação adequada rica em proteínas e fazer o uso de suplementos que irão impulsionar ainda mais o tratamento da Sarcopenia.

Aproveite para aprofundar seus conhecimentos lendo sobre práticas de exercícios físicos na terceira idade.

Treino Time-Efficient

Treino Time-Efficient: A estrutura de treino para quem tem pouco tempo para treinar

Devido a correria do dia a dia, muitas pessoas reclamam da falta de tempo para realizar uma atividade física, o que acaba sendo um dos motivos mais comuns para que não consigam atingir o objetivo esperado, já que não conseguem seguir uma rotina de treino da maneira correta.

Por isso, as opções de treino que trazem benefícios em um curto período de atividade estão em alta. Conhecido como treino time-efficient, o método pode ser a solução para quem busca um tempo de treino mais reduzido e com um aumento de intensidade, se adequando melhor ao estilo de vida de quem tem pouco tempo para treinar.

Continue a leitura para entender mais sobre o método time-efficient e como aplicá-lo de maneira correta em seus treinos, obtendo otimização do tempo e maximização de resultados.

O que é o treino time-efficient?

O time-efficient consiste em priorizar os exercícios multiarticulares que geram maior gasto calórico, em vez dos monoarticulares, o que torna a sua sessão de treino muito mais enérgica e eficiente.

Outra maneira de fazer um treino que siga essa metodologia é ajustar as séries para reduzir o tempo de intervalo entre elas ou até mesmo realizar um exercício em seguida do outro, sem descanso, fazendo com que aconteçam diferentes estímulos no corpo.

Mas atenção! É importante que ao decidir por esse método você leve em consideração os seguintes pontos:

  • Acompanhamento: É de extrema importância que você esteja acompanhado de um profissional capacitado para que seu treino seja montado de maneira adequada, assim ele saberá controlar a intensidade e carga ideal, trazendo mais segurança para você.
  • Nível de condicionamento: O método time-efficient não é recomendado para pessoas que não tenham um bom condicionamento físico. Por isso, o ideal é que se inicie com treinos adaptativos para fortalecimento e ir aos poucos aumentando a intensidade.

Como utilizar esse método em seus treinos?

Você deve dar o seu máximo durante aquele período que você se colocou à disposição para o treino. Se são 20 minutos de treino, por exemplo, então que esse tempo seja o mais focado possível. Afinal, como você irá treinar por menos tempo, necessita que os estímulos sejam ainda melhores para obter resultados otimizados.

Como dito anteriormente, o treino time-efficient deve estar alinhado a exercícios multiarticulares para que seu treino seja altamente eficaz. Portanto, conheça agora algumas maneiras de incorporar o método time-efficient em seus treinos:

  • Drop-set: Consiste em realizar o número de repetições com o máximo de peso que você consegue aguentar para realizar corretamente o movimento. E, ao finalizar a série, a carga é reduzida e realiza-se novamente o número de repetições até a falha.
  • Bi-set: Consiste em causar duas exaustões seguidas ao fazer exercícios que treinem o mesmo grupo muscular e só depois realizar o descanso da série.

Conclusão

Como você pode perceber, com disciplina, um bom planejamento e acompanhamento de um profissional qualificado você poderá conseguir acelerar o seu processo de emagrecimento e ganho de músculo com treinamentos periodizados e, assim, alcançar os resultados desejados ao utilizar o método time-efficient a seu favor.

Aproveite para ler nosso artigo sobre suplementação pós-treino: como potencializar seus resultados.

Fases do Emagrecimento

Fases do Emagrecimento: Conheça e Entenda como Contornar cada uma

Durante o processo de emagrecimento é muito importante entender que ao longo de todo o tempo em que se está buscando a perda de gordura, a pessoa irá passar por diferentes fases e precisará lidar com cada uma delas, com muita dedicação e conhecimento.

Para que seja evitado o temido efeito sanfona e torne-se possível conquistar os resultados desejados, de forma saudável e sem prejuízos aos corpo. As fases do emagrecimento ocorrem de maneira gradativa e é fundamental conhecê-las para que não se entenda de maneira errada e equivocada os resultados conquistados.

Sendo assim, iremos agora apresentar cada uma dessas fases e como passar por elas de maneira eficiente. Siga com a leitura!

Fase da Redução Ativa

Seria a fase inicial do processo, onde ocorre a adaptação de uma nova rotina na vida da pessoa que deseja emagrecer. Nesse momento, há um choque de conscientização do que precisa ser feito para que os resultados comecem a aparecer.

É muito comum, que nessa fase ocorra uma maior perda de peso. O que só ajuda no entusiasmo com os resultados em frente ao espelho. Mas é muito importante entender, que essa fase de redução mais ativa é somente no início e logo depois o emagrecimento acontece de maneira mais lenta.

Essa fase dura mais ou menos 70 dias e é onde podemos reorganizar certos hábitos e mudar nossas escolhas alimentares. Passado o choque inicial, é a consistência e constância que irão ser determinantes.

Fase do Efeito Platô

Como já mencionamos anteriormente, o efeito platô é bastante comum nas pessoas que estão em processo de queima de gordura e acontece porque o corpo para se proteger do emagrecimento, “estaciona”. Ou seja, é uma reação à perda de peso, o que muitas vezes acaba provocando desmotivação e frustração.

Mas entender que essa fase pode acontecer é o primeiro passo para evitá-la, focando em treinos não somente aeróbicos mas também no resistido, para aumento de volume muscular e maior gasto de energia, o que acelera o metabolismo e impede que o processo de emagrecimento pare ou reduza seu ritmo.

Fase de Manutenção

Nessa fase, depois de todo esforço, dedicação e empenho para conquistar o peso ideal é importante realizar mudanças para que a manutenção estimule seu corpo de diferentes formas e você continue evoluindo e alcançando melhores resultados.

Justamente por isso, realizar uma manutenção e atualizar a dieta e até mesmo os exercícios físicos é muito recomendado. Tudo para conseguir manter ou continuar avançando em seu processo de emagrecimento.

Conclusão

Agora que você já conhece as principais fases de um processo de emagrecimento, foque em buscar o auxílio e orientação adequados para o seu objetivo. Sempre aliando atividades físicas com hábitos alimentares saudáveis e uma rotina mais disciplinada, porém, sem restrições ou mudanças radicais.

Tudo deve ser feito aos poucos, de maneira guiada e orientada por profissionais qualificados. Para continuar informado sobre esses e outros importantes assuntos, leia também: Como a Musculação Ajuda no Emagrecimento.

Treinamento Concorrente

Treinamento Concorrente: conheça a estrutura de treino para derreter a gordura.

Quando as pessoas buscam pelo emagrecimento, elas tentam sempre encontrar a melhor dieta e treino possíveis para alcançar esse objetivo. E quanto mais procuram mais se deparam com um rico, cheio de possibilidades.

No mundo do treinamento, há diversas modalidades que prometem promover o emagrecimento: danças aeróbicas, spinning, crossfit, zumba, entre outros. Mas para além da modalidade, há princípios que a modalidade deve ter para promover o emagrecimento potencial e duradouro.

Para entender esses princípios, venha conhecer o Treinamento Concorrente e como essa estrutura de treino te faz maximizar a perda de gordura. Leia abaixo!

O que é Treinamento Concorrente?

O Treinamento Concorrente é quando você treina duas modalidades que são “antagônicas” uma da outra, no caso, o treino de força (musculação) com treino cardiorespiratório (corrida, dança, etc), na mesma sessão de treino ou com um tempo mínimo entre uma e outra.

Em um modelo prático, é como você fazer 60 minutos de atividade física, sendo metade dedicada a um exercício cardiorrespiratório, como a corrida, e metade com a musculação tradicional.

Também podemos caracterizar treinamentos igual ao crossfit, pois ele utiliza um modelo chamado Cross Training ou treinamento multimodal, que tem especificidades e detalhes mas também trabalham a capacidade cardiorespiratória e musculação na mesma sessão.

Como o treinamento concorrente ajuda no emagrecimento?

Como todos já sabemos, o treinamento cardiorrespiratório é largamente utilizado para o emagrecimento, pois ele tem o potencial de causar grande gasto calórico durante o treino, além de promover a produção de mitocôndrias, que são órgãos celulares responsáveis por utilizar a gordura do corpo.

Acontece que a musculação, apesar de ter menor gasto calórico durante o treino comparada à corrida, também tem o poder de produzir mitocôndrias, além de aumentar o gasto calórico pós treino, pois durante a utilização maior é da glicose intra-muscular.

No caso do treinamento concorrente, que une as duas modalidades, alguns artigos apontam um alto poder de emagrecimento, pois além de aumentar o gasto calórico da sessão, ainda causa desgastes fisiológicos que promovem maior utilização de gordura após o treino.

É como se você unisse o efeito do treinamento cardiorrespiratório e de musculação, sendo que ambos promovem o emagrecimento, só que o primeiro promove mais durante a sessão e o segundo promove após a sessão.

Os cuidados com o treinamento concorrente

Como nem tudo são flores, e como o próprio nome diz, o treinamento concorrente é devido aos efeitos das duas modalidades serem concorrentes, causando tanto um maior desgaste corporal quanto um efeito podendo sobrepujar o outro.

Logo, por ser a soma de dois estímulos diferentes, há uma necessidade de um controle e cálculos para um modelo de treino não atrapalhar a execução do outro, necessitando a sua organização ser feita seguindo as orientações de um profissional da educação física.

Conclusão

O treinamento concorrente, por ser a soma de dois estímulos, pode ser um excelente aliado para potencializar a perda de gordura e reduzir bons centímetros de cintura. Entretanto, com grandes poderes vem grandes responsabilidades e sua organização deve ser feita com cuidado.

Por serem estímulos antagônicos, se mal quantificados, há uma grande probabilidade de causar danos teciduais, redução de imunidade e lesões. Por tanto, é extremamente recomendado a organização do treino ser feita por um profissional da educação física.

Pré-Treino

Pré-Treino: realmente é preciso?

Praticar atividades físicas e mudar hábitos alimentares é algo que deveria ser rotina para todos que desejam mais saúde e qualidade de vida. Quando se inicia na prática de atividade física ou mesmo em se tratando de atletas já familiarizados com um treino mais intenso, é comum indicar o uso de suplementos alimentares, para complementar seus ganhos e proporcionar mais força, disposição, ganho de massa, entre outros.

Mas pode acontecer de surgir dúvidas sobre a relevância e eficácia destes suplementos pré-treino e pós-treino, por exemplo. Por isso, hoje iremos tratar mais profundamente e esclarecer possíveis dúvidas em relação ao suplemento de pré-treino e se realmente ele é necessário para o sucesso de sua performance na academia.

Vamos lá? Siga com a leitura e aproveite!

Quando utilizar o pré-treino?

Para atingir bons resultados em sua rotina de treino é necessário aliar as atividades físicas com uma alimentação equilibrada e hábitos mais saudáveis no geral.

Mas é claro que há ainda a necessidade de utilizar a suplementação de pré-treino, que nada mais é do que uma suplementação para potencializar seus ganhos, fornecendo mais força, energia e disposição para uma rotina de treinos satisfatória.

Para fazer uso de suplementos no pré-treino é preciso entender seus benefícios e efeitos no corpo. Se você por qualquer motivo não conseguir atingir todos os nutrientes e macronutrientes com uma refeição antes do treino, a suplementação irá garantir isso.

Proporcionando um melhor desempenho e uma performance positiva nos treinos de força, atendendo a maior necessidade energética do exercício. Sendo assim, quando tomar o pré-treino?

Quando seu objetivo for intensificar a queima de gordura, aumentar seus resultados em um treino mais intenso ou simplesmente, quando desejar alcançar mais disposição e energia para a realização dos exercícios.

A importância da suplementação no pré-treino

Durante os treinos, o corpo necessita de nutrientes e a suplementação do pré-treino irá atender essas necessidades e fornecer o que o corpo precisa neste momento. Melhorando ainda, a recuperação muscular e evitando a perda de massa magra.

O que torna o pré-treino importante em uma rotina de exercícios eficiente é justamente seus benefícios e os ganhos que ele pode proporcionar ao corpo. Uma vez que, impactam positivamente na execução dos exercícios.

Proporcionando mais: resistência, força, energia, recuperação muscular, queima de gordura e concentração. Suplementos tais como, Creatina, BCAA e Whey Protein.

Conclusão

Por fim, antes de escolher um pré-treino para incluir na sua rotina saudável é importante buscar a orientação médica adequada. Para que o uso desses compostos seja seguro e eficiente em seus resultados.

Lembrando também que é necessário aliar a suplementação com uma rotina de treinos de qualidade e eficientes, bem como com uma alimentação equilibrada e saudável. Já que nenhum resultado surge de apenas um único fator, sendo necessário conciliar e aliar tudo para a conquista de melhores resultados.

Quer continuar por dentro do assunto? Não deixe de ler também: Conquiste mais resultados com a suplementação pré-treino.

suplementação pré-treino

Conquiste mais resultados com a suplementação pré-treino

No momento do treino para exercitar o corpo, muitas vezes é necessário que reforcemos nosso metabolismo com determinados tipos de suplementação. Mas é claro que para otimizar seus resultados e aumentar seu desempenho a escolha do melhor suplemento para o seu pré- treino deve ser feita de maneira correta e inteligente.

Muitos iniciam na musculação com diversas dúvidas e questionamentos em relação ao melhor treino, como executar as atividades, quais os melhores suplementos complementares e outras infinidades de questões. Pensando nisso, elaboramos esse artigo para que você tire suas dúvidas e conquiste uma melhor performance em seus treinos.

Acompanhe agora!

O que é pré-treino?

Seja com atividades na academia ou em casa, a verdade é que muitas vezes necessitamos de mais energia e ânimo para o treino. A suplementação no pré-treino possui esse objetivo e, como o próprio nome já deixa claro, é para ser consumida antes da atividade física.

Dando aquele gás necessário para treinar por muito mais tempo e com qualidade, o suplemento do pré-treino ajuda o treino a ser muito mais eficiente respeitando as limitações do seu próprio corpo.

Para que serve o pré-treino?

Cuidar da alimentação antes do treino é importante para garantir seu melhor desempenho nas atividades, mas é fato de que nem sempre é possível estimular o metabolismo do corpo com uma refeição antes do treino, seja pelas inúmeras atividades do dia, a correria ou qualquer outro motivo. Por isso, o uso de suplementos no pré-treino é bastante indicado, sendo importante para garantir um maior rendimento.

Com base em estimulantes, como a cafeína, o pré-treino acaba sendo uma excelente forma para fornecer energia ao corpo e ela ser gasta de forma muito mais eficiente.

Principais benefícios de serem alcançados com o uso de suplementos no pré-treino

Para potencializar os resultados dos treinos, o uso da suplementação pré-treino como Creatina, BCAA, Whey Protein, entre outros, devem ser compostos por ingredientes como Cafeína, Taurina e Carboidratos para que seja possível alcançar uma maior performance nos treinos e conquistar os resultados desejados.

Alguns importantes benefícios com os suplementos para o pré-treino são:

  • Maior resistência;
  • Aumento do foco;
  • Proporciona mais força nos treinos;
  • Acelera o metabolismo ajudando na queima de calorias;
  • Previne a perda de músculos;
  • Melhora a absorção dos aminoácidos.

Conclusão

Por fim, é necessário pensar que para a efetividade da suplementação no pré-treino acontecer outras atitudes e hábitos devem ser adotados. Na prática de exercícios físicos nada acontece como resultado de uma atividade isolada, tudo é uma questão de conciliar hábitos saudáveis como um todo.

Sendo assim, é importante se ater a medidas como, dormir bem em horários regulares, investir em uma boa alimentação de forma completa e prática, ingerir bastante água e não esquecer de buscar a orientação e ajuda de um profissional da saúde para conseguir resultados reais e com qualidade, preservando a saúde e bem-estar.

Gostou do que leu? Confira também: Tudo o que você precisa saber sobre Whey Protein.

Whey Protein Isolado

Todos os Diferenciais e Benefícios do Whey Protein Isolado

Muito popular e bastante “queridinho” entre os suplementos alimentares, o Whey Protein Isolado é utilizado para diversas finalidades entre atletas de alta performance, praticantes de atividade física, nutrição clínica e funcional, funcional que visam conquistar uma maior concentração de proteica e, por isso, adotam o suplemento na sua rotina alimentar.

É possível que haja bastante dúvidas e alguns questionamentos sobre os benefícios da ingestão desse suplemento obtido a partir do soro do leite e seus diferenciais para o ganho de massa muscular.

Sendo assim, neste post você irá descobrir as principais características, benefícios e vantagens do Whey Protein Isolado para conseguir realizar um melhor aproveitamento de suas proteínas e, assim, potencializar seus resultados. Acompanhe agora!

Diferenciais do Whey Protein Concentrado para o Isolado

É importante salientar que todos os tipos de Whey Protein são potencializadores do ganho de massa muscular. A ingestão de qualquer tipo auxilia no seu consumo de proteínas, ajudando na recuperação e construção da massa muscular.

Como sua base é, como já citado acima, feita do soro do leite, todos os tipos possuem grande aporte proteico e são poderosos aliados no aumento da massa muscular, junto de uma dieta direcionada prescrita por um Nutricionista.

A principal diferença entre eles é o percentual proteico que cada filtragem disponibiliza para absorção do organismo, uma vez que nem só de proteína é constituído o Whey, que também pode possuir carboidratos e gorduras.

Enquanto o Whey Concentrado possui cerca de 80%, podendo variar bastante essa concentração dependendo da marca, sua versão Isolada é predominantemente constituída de proteína, possuindo valores superiores à 90%.

Em valores reais, uma dose de 28g de Whey Concentrado tem cerca de 20g de proteína, podendo variar bastante entre marcas, enquanto 33g de Whey Isolado vai ter um valor a partir de 27g, mas nunca abaixo disso.

Conheça os Benefícios do Whey Protein Isolado

Tendo em vista essas informações você pode pensar que o Isolado é superior ao Concentrado, mas não é bem assim que funciona. Cada um dos dois tipos depende muito do momento do seu treino e do seu objetivo com o treinamento, dieta e suplementação.

O Whey Isolado é mais indicado para quem tem intolerância à lactose, pois ele não possui carboidratos na sua composição.

Considerações Finais

Na sua estratégia nutricional para alcançar seus objetivos, seja ele aumento de massa muscular ou emagrecimento ou aporte proteico da dieta, saiba que o Whey Protein é um poderoso aliado, uma vez que ele é um suplemento prático, eficiente e muito nutritivo.

Entretanto, é muito importante que você entenda as suas diferenças e que, por mais que tanto o Isolado quanto o Concentrado sejam muito bons, cada um pode ser usado estrategicamente maximizando os resultados.

É importante ressaltar que no mercado existem várias apresentações de Whey Protein que se diz Isolado, mas apresentam na sua composição Carboidratos, fiquem atentos, pois nesse caso o Whey está sendo misturado, não sendo puro e também não pode ser consumido por Intolerantes à Lactose.

creatina

Melhora na performance: entenda a função da creatina

Quando se dá início a uma rotina de treinos diários com uma alimentação mais saudável e equilibrada, é comum que as pessoas busquem por aliar isso a um complemento suplementar. Em geral, são o Whey Protein, BCAA, Creatina, entre outros que irão ajudar no fornecimento de energia, disposição e resistência.

Como você já pôde acompanhar por aqui, cada suplemento tem seu propósito e objetivo específico para cada finalidade e, por isso, é importante conhecer suas funções e benefícios para assim, conseguir incluir na sua rotina alimentar.

Acompanhe agora e entenda um pouco mais sobre como age a creatina no organismo e quais suas principais funções para o aumento de desempenho no treino. Aproveite a leitura!

O que é Creatina?

A creatina é um tipo de aminoácido que é produzido pelo nosso corpo. Sua principal função é auxiliar na produção energética durante a contração muscular de alta intensidade, em torno dos primeiros 30 segundos, tendo em vista que ela é a via mais rápida de produção de ATP.

Qual a função desse suplemento?

Apesar de produzida pelo corpo, a suplementação de creatina é muito útil, uma vez que o aumento de quantidades também auxilia a aumentar os seus benefícios, pois aumentando suas reservas também aumenta a sua utilização durante a contração muscular.

Mas é sempre importante procurar um nutricionista para poder indicar a melhor forma e quantidade de utilizar esse suplemento para você não acabar desperdiçando ou gerando algum colateral pelo excesso.

Como a Creatina atua no aumento do desempenho?

A creatina auxilia no aumento de desempenho por duas principais razões:

  • Aumenta a reserva de creatina-fosfato (CP), principal reserva energética utilizada em exercícios resistidos de alta intensidade. Com maior quantidade na reserva, maior potência e força você consegue produzir.
  • Alguns estudos apontam que a creatina pode auxiliar na recuperação muscular, pois com o aumento do estoque muscular ela também auxilia no controle do PH interno do músculo, propiciando um ambiente favorável para sua recuperação.

Conclusão

O desempenho durante o treinamento tem um papel fundamental: quanto mais você se dedica ao treino, melhores resultados você terá com ele. Logo, utilizar de formas para aumentar esse desempenho é essencial para ter os melhores resultados.

Dentre os diversos tipos de suplementos no mercado, a creatina é, sem sombra de dúvida, um dos mais eficientes para o treinamento, garantindo aumento de força, potência, energia e potencializando a recuperação muscular, garantindo assim um grande aumento do desempenho físico.

Select the fields to be shown. Others will be hidden. Drag and drop to rearrange the order.
  • Image
  • SKU
  • Rating
  • Price
  • Stock
  • Availability
  • Add to cart
  • Description
  • Content
  • Weight
  • Dimensions
  • Additional information
  • Attributes
  • Custom attributes
  • Custom fields
Click outside to hide the compare bar
Compare
Carrinho de compras fechar